ALGUÉM TEM A RECEITA DA FELICIDADE?

Na vida, sabemos que nada do que fizermos será suficiente para a felicidade que queremos. Nada é permanente. Nada é constante e regular – para o bem e para o mau. Nenhuma alegria é para sempre e nenhuma tristeza também. Saímos e voltamos o tempo todo para o nada. Viver é ir se reiventando – especialmente, nesse nosso tempo em que parece que tudo o que era sólido perdeu toda a sua solidez. E como reinventamos a vida? Na verdade, vamos nos reinventando na medida em que damos conta de cifrar o limite. Ciframos com palavras, letras, traços, sussurros, balbucios e gestos. Ciframos com qualquer coisa que faça algum sentido: um objeto, uma imagem, um delírio ou um duplo de nós mesmos. Não podemos é perder a nossa comunicação com a vida. Infelizmente ou felizmente, as cifras que tínhamos não se sustentam mais. Fomos colocados ou nos colocamos diante do dever de inventarmos as nossas próprias cifras. O mundo virou um caldeirão de decifrações. Impor ao outro um estilo único de significar a vida, é retirar dele seu jeito singular de sentir seu viver da forma como ele considera ser a mais apropriada. As pessoas desistem de viver – exatamente – no ponto em que deixam de ser amadas em seus modos próprios de dar andamento às suas vidas. Nosso mundo descobriu a liberdade pela via de cada um inventar e reinventar a forma que quiser para viver. Pena que um número significativo de pessoas ainda não se deram conta disso. Nosso mundo trocou o falar pelo escutar. Pena que ainda temos pessoas que insistem em dizer que possuem a última palavra sobre todas as coisas.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s