POR QUE DÓI TANTO VIVER?

A dor é uma invenção da palavra. Dói porque queremos tudo, porque queremos saber e controlar.

Entramos em um círculo vicioso. Não aceitamos que não existe a verdade.

Não sabemos o que fazer com o que nos foge à razão. Nossa dor começa onde termina o pensar.

Choramos quando as palavras nos faltam. Substituímos o silêncio pelas doenças. Tomamos antidepressivos quando perdermos o controle.

Não doeria tanto se fôssemos menos pretensiosos.

Só sabemos do que Platão pensou. Só estudamos as descobertas de Aristoteles. Achamos o máximo repetir os ensinamentos de Kant. Platão não sabia de tudo. Aristoteles devia ter pavor da morte. Kant deve ter achado engraçado o quanto tudo foi tão  inútil quando ele mais precisou.

Não pensaríamos sobre certas coisas se fôssemos um pouco mais inteligentes. Ficaríamos mais calados se fôssemos mais sensatos. Diminuiríamos nossos discursos se não quiséssemos sofrer tanto. Não cobriríamos de flores se fôssemos menos covardes.

Somos sintomáticos demais para com as verdades da vida. Precisamos desapegar das nossas ilusões.

Precisamos aprender a enxergar o que nos falta como contemplação do que nos é inevitável.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s