NÃO FORCE NINGUÉM A TE AMAR …

Mais importante não é o que outro diz. Mais importante não são os elogios e as promessas de amor. Mais importante é o afeto. Mais importante são as ações. Falar é muito diferente de agir – tanto que as pessoas mentem. O gesto é sempre mais verdadeiro que o blá-blá-blá. Melhor a atitude que a falação. Não vá atrás quando não vem. Não dê sem receber. Somos quando agimos e não quando falamos. Afeto é ação. Amor é demonstração. Primeiro o ato. Depois a palavra. Como captamos o afeto? Na forma como o outro chega. No seu jeito de corpo. Na voz livre. Na tranquilidade. No abraço sincero. Na respiração calma. No olhar que brilha. No beijo macio, calmo e longo. No sexo que tudo explora. O afeto é duplo. O afeto é troca. Para de ligar quando não atende. Não o obrigue a vir. Beleza pode ser sem afeto. Conta bancária não compra afeto. Inteligência pode não ser afeto. O afeto vem de dentro. O afeto é a verdade de cada um. Sentimento é sensibilidade e não razão . Não aja pelo outro. Não coíba o amor de ninguém. Não se contente com pouco afeto. Não se submeta a qualquer afeto. Valorize-se pela qualidade e pela quantidade de afeto. Só há afeto na falta. Seja a falta do amor do outro. Ele só virá se houver afeição. Se não houver, não faz sentido forçar.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s