ODEIO A TRISTEZA…

Certos sentimentos não deveriam existir. A tristeza, por exemplo, de nada serve. A não ser como uma forma de comoção. Ficar triste não traz ninguém de volta. Ficar triste não resolve o problema da miséria no mundo. Nunca entendi porque as pessoas ficam tristes quando perdem seus amores. Estou triste porque o outro não vem. Estou péssimo porque o outro não retornou minha ligação. Nada disso adianta. Pode ser que a tristeza traga o outro de volta por compaixão. Pode ser que faça o outro passar um zap só por pena. Que horror! Para certas situações, teríamos mais lucro se ficássemos alegres. Gozaríamos mais. Estou cada vez mais convicto de que a tristeza é só para os fracos. A tristeza não é uma força. Nada mais ridículo que chorar de saudade. A tristeza valeria se fosse para resolver a questão. Morreu uma pessoa querida. Deveríamos, na pior das hipóteses, ficar em silêncio. Quem chora, possivelmente, deve é estar utilizando a morte alheia para chamar a atenção sobre o desespero de sua própria morte. Chorar não ressuscita ninguém. O único sentido para a tristeza é o egoísmo. Toda triste é um histérico. Todo triste quer chamar a atenção para si. A tristeza é sempre um modo de lidar com uma emoção sem solução. Para o que não tem solução só nos resta calar. Só nos resta carregar o mistério sem esboçar qualquer reação. Deve existir um lugar – que não a tristeza – para as coisas que virão e que nada podemos. Deve existir um lugar – que não a tristeza – para as coisas que nunca vieram e para aquelas sem volta.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s