O QUE É A PERVERSÃO?

O bebê, ao experimentar o seio, apaixona-se por ele e crê que o mesmo – também – apaixonou-se por ele. Daí, deduz que – por amor – nunca morrerá de fome. Ocorre, que o seio falta. É porque nos iludimos do amor do outro que sofremos. Só o perverso não sofre – porque fica o tempo todo na posição do seio muito amado. O perverso nunca ama. Se todo mundo fosse perverso, não existiria o amor. Os ricos, as celebridades e os políticos – de modo geral – ocupam essa posição do seio muito amado. Os ricos se valem do poder econômico e da ostentação. Por isso, podem surtar em caso de falência. No caso das celebridades, o problema é quando o seio amado – da fama – perde seu valor de uso. Dentre estas três categorias, a dos políticos, é a que corre menos risco. Podem não se reeleger. Como, no Brasil, isso quase nunca acontece, só a morte poderá lhes tirar essa prerrogativa de seio muito amado. Quanto a nós – pedintes de um amor que nunca vem – só nos resta ficar nessa posição de alimentar o gozo alheio.
Evaristo Magalhães – Psicanalista 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s