QUANDO A RELIGIÃO VIRA UM PROBLEMA?

O problema foi que a fé deixou de lado o mundo das coisas sem respostas e passou a responder pelo mundo coisas que possuem variadas respostas. A fé resolveu responder – ao invés de silenciar. Daí ela passou a falar, escrever, cantar e agir. Passou a separar o que é de fé do que não é de fé. Misturou-se com a moralidade e virou discurso, conceitos e argumentos. Ocorre que não existe uma fala que seja a última. Não existe a palavra da palavra ou o outro do outro. Quando escrevo ou falo, abro um leque infinito de possibilidades. Não sou simplesmente escutado. Sou o tempo todo refletido, pensado, questionado e criticado. A fé só seria absoluta quanto ao fato de cada se arranjar com aquilo que ninguém sabe responder. Ninguém pode me dizer, por exemplo, do meu sentimento para com a minha morte. Só posso acatar do outro aquilo que não sei como resolver por ele. A fé só serve para aquilo que a filosofia e a ciência nada têm a me dizer. Só posso ser – completamente – subjetivo na ausência de qualquer objetividade. Quem não quer construir suas teorias sobre o que é passível de ser teorizado? Quem não quer pensar? Quem não quer explorar tudo do corpo, uma vez que possuímos um corpo? Do que não temos e não sabemos, nada podemos fazer ou falar – a não ser inventar céus e infernos. Ninguém pode nos conter nesse mundo das coisas, das palavras e dos movimentos – a não ser quando colocamos em risco essas coisas, essas palavras e esses movimentos. Nenhuma fé pode querer parar o óbvio. A fé é para tudo o que carece de clareza. A fé não pertence à esse mundo da razão e da técnica. A fé é para as coisas certas, porém, inexplicáveis e imprevisíveis. Sugiro aos religiosos que retornem para seus silêncios – como um modo de nos preservar esse lugar. Que deixem a filosofia, a arte, a ciência e a literatura nesse espaço das coisas que podem ser vivenciadas por múltiplos caminhos – todos justificáveis, é óbvio. 
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s