POR QUE PRECISAMOS ENFARAR DE COISAS E DE GENTE PARA NOS SENTIRMOS BEM?

Não sofremos porque perdemos um grande amor, um emprego ou um amigo. É óbvio que trazer o amor de volta, reconquistar o amigo ou conseguir um novo emprego, ameniza a nossa dor. O problema é quando isso não acontece ou quando isso não é mais possível. É por esse motivo, que ao perdermos o que nos é muito precioso, não devemos focar no que de concreto perdemos, mas em qual sentimento essa perda nos jogou. O trauma nunca é o amor, a amizade ou a estabilidade financeira que se foi. O que traumatiza é essa fatia de nada que tudo isso nos faz vivenciar. O problema não é quem partiu, mas quem ficou, com o que ficou e como ficou. Com o que ficou? Como ficou? Ficou com o vazio. Todo luto tem um quê de melancolia. É por isso que corrermos para colocar alguma outra coisa no lugar. Pode ocorrer de não conseguirmos. Por isso, ao perdermos, não devemos focar naquilo que partiu, mas no vazio que ficou. Não é possível pensar sobre o nada. Não sabemos como caminhar no vácuo. Na escuridão, entramos em pânico. Talvez, o caminho não seja pensar, buscar uma saída ou entrar em pânico. Talvez, a alternativa seja tomar essa coisa que nada cabe, como algo que faz parte da vida e que temos que gostar sem fazer qualquer pergunta. Se amássemos mais essa experiência, talvez, não precisaríamos ficar tão desesperados para colocar qualquer coisa no lugar. A felicidade não deveria advir da sensação de entupimento. Aprendemos que enfarar de coisas e de pessoas é o único modo de nos sentirmos protegidos. É assustador como tememos a nós mesmos sem qualquer adendo concreto ou abstrato. É assustador como precisamos de algum controle externo para nos sentirmos seguros de qualquer coisa. Ainda somos muito pouco seguros de nós mesmos. 
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s