O TESÃO SÓ DEVERIA DURAR O TEMPO DA CERTEZA DA PRESENÇA …

Emoção é posse. Quando a emoção é boa, quem não gostaria de tê-la novamente? A expectativa já é um sentimento meio complicado. Não deveríamos colocar emoção no que não estamos seguros. O tesão só deveria durar o tempo da certeza da presença. Não deveríamos querer repetir com o que pode escolher não voltar. Só deveríamos amar o que podemos. O amor só deveria valer para o que não tem vida e o que não tem vontade própria. Quando amamos as pessoas, temos que amar também o risco de elas encontrarem alguém ainda mais amável que nós, ou de elas não voltarem nunca mais. Ocorre, que ninguém quer amar a perda – ainda quando ela pode ser substituída. Pior, ninguém quer amar a perda, quando ela pode não voltar nunca mais e não ser trocada por nada. Temos que amar, também, a experiência da morte todas as vezes que amarmos o que não estamos seguros. Não somos como os bichos: temos a incrível capacidade de querer o que pode deixar de nos querer. Temos a incrível capacidade de apaixonar pelo risco. Não nos contentamos só quando o outro vem: queremos que ele volte um milhão de vezes. Às vezes, nem sequer deixamos ele sair. Tudo isso, só porque queremos mais. Podemos e devemos querer muitas vezes – com a condição de que seja apenas o que podemos. Se queremos o que não podemos, precisamos exercitar a capacidade de amar, também, a falta e o vazio. É por achar que podemos fazer valer para sempre nossos sentimentos com as pessoas, que ficamos deprimidos e ansiosos. O amor nos ilude. O amor tem sempre esse gostinho de quero mais. Para as coisas desprovidas de vontade própria, isso funciona muito bem. Com as pessoas, um pode ser dois. Ou seja, o outro pode ser dois, três ou quatro. Ao encontrar tantos, ele pode nos deixar no vazio do um. A culpa nunca é dele. Ele só está exercitando o seu direito à sua liberdade. Nós é que esquecemos disso, ao nos iludirmos de que ele pode vir a se tornar um objeto nosso sem vontade própria. 
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s