A DEPRESSÃO NÃO É A MELHOR SOLUÇÃO PARA AS TRISTEZAS DA VIDA…

Dizem que James Joyce não esboçou qualquer reação ao levar uma surra de um grupo de colegas quando criança. O que não significa dizer que ele tenha gostado. Dizem que – nessa época – Joyce já estava criando um outro modo de lidar com as desventuras da vida. Para o amor, inventamos a alegria. Para o desamor, inventamos a tristeza. Só sabemos dessas duas linguagens. Joyce inventou uma terceira. Inventou uma própria. Qual? Jamais saberemos. Isso é de cada um – mesmo porque as emoções não são as mesmas para todos. Ocorre que sabemos – muito bem – que a depressão não é a melhor solução para alguém que acabou de receber uma notícia que não esperava. Sabemos que o desespero não é a melhor condução de uma perda amorosa qualquer. No entanto, essa é a linguagem que aprendemos e que reproduzimos. É a melhor? Não. Portanto, não precisamos inventar nada quando tudo parece dar certo. Precisamos reinventar o mundo e a nós mesmos, exatamente no ponto onde nada do que sabemos funciona mais. Ninguém alegra-se com a desgraça. Também, não é a melhor saída desesperar, revoltar ou surtar. Existe outra? Isso é de cada um.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s