TEMOS QUE REGULAR TUDO PELA PALAVRA…

Usaremos o corpo, comeremos além da conta, compraremos compulsivamente, inventaremos doenças ou surtaremos, caso não usemos a palavra como contentora dos nossos dilemas.

Por isso, só temos a falar do que nos desespera.

Precisamos exercitar dizer do que nos desespera.

Como regular o fato de que estamos envelhecendo? Como regular o fato de que estamos caminhando para um fim? Como regular nossas perdas amorosas? Não podemos entrar em pânico, ficar depressivos e nem colocar nossas vidas em risco.

Não podemos abrir mão de falar ainda que falte palavras e ainda que ninguém tenha voltado para confirmar as promessas de eternidade.

Nessa perspectiva, não podemos prescindir de falar  – mesmo que isso não faça o menor o sentido para o mundo.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s