A SAÍDA NÃO É NEM PELA ALEGRIA E NEM PELA TRISTEZA…

De modo geral, ao nos depararmos com algo inexplicável, mas dotado de alguma beleza, reagimos com alegria. Porém, ao sermos surpreendidos com algo, sem sentido e terrível, reagimos com tristeza, depressão ou melancolia. Quando conseguimos explicar, não nos sentimos desamparados. A perda diz respeito ao que não tem palavra, ao que ficamos sem nenhuma orientação, ao que não sabemos como recuperar. É óbvio que ninguém reage feliz a uma perda – a não ser em casos específicos de sofrimento mental. Contudo, a tristeza, também, não é o melhor modo de reagir. A tristeza dói, desconcentra e paralisa. Tem que existir uma linguagem alternativa, entre a alegria e a tristeza, para os nossos desesperos. A felicidade é patológica frente à dor. A tristeza não seria também? Podemos nos livrar da dor? Não. Podemos reagir com alegria? Não. Podemos reagir com tristeza? Também não. Existe uma terceira via? Eis a questão.
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s