FANÁTICOS, NÃO PASSARÃO!

Não pode acabar bem quem toma as palavras como se fossem coisas.

Isso só é válido quando alguns psicóticos estão certos de que são Jesus Cristo. Nesses casos, temos que alimentar seus delírios – no sentido de não passarem ao ato.

Nenhuma palavra caiu do céu. As palavras não são genéticas ou hereditárias.

As palavras são signos pelos quais nomeamos sentimentos e situações.

Somos muito mais que o sentido das palavras que nos dão.

A mulher é muito mais que a palavra mulher. Impossível reduzir o homem à ideia de homem.

Gosto de quem abandona as palavras e se permite sentir. Gosto de quem inventa palavras para si.

Que chatice não seria se as palavras não pudessem ser questionadas?

É por isso que os conservadoras não suportam os questionadores.

Na verdade, não suportam é a ousadia e a liberdade de sentir para além do que a tradição determinou.

Palavras novas abrem novos mundos e novas emoções.

Estamos atrevendo a questionar a gramática estabelecida – inclusive criando siglas para pensar outros sexos para além do masculino e do feminino.

Em breve teremos infinitas possibilidades para além de somente ele e ela.

Não são apenas novas palavras ou siglas novas. São modos novos de viver é de sentir.

Que venham muitas porque se for por amor, tudo é permitido!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s