POR QUE O RAPAZ QUE MASTURBOU – PUBLICAMENTE – NO PESCOÇO DA MOÇA NÃO CONTINUOU NA CADEIA?

Por que o governo temeroso recuou da exploração acerca da reserva de cobre na Amazônia, e o rapaz que masturbou no pescoço de uma mulher, em São Paulo, não ficou na cadeia? Qual a diferença? Defendo e defenderei, sempre, a preservação do meio ambiente. Ocorre que parece existir uma unanimidade apenas quanto à defesa da ecologia. Parece que o mesmo não acontece com a defesa das milhares de mulheres que são – diariamente – violentadas no Brasil. A sensação é a de que somos mais aceitos socialmente quando defendemos a natureza, e não tanto quando defendemos uma pessoa que foi – publicamente – estuprada. Nada contra a ecologia, repito. Contudo, não estariam nossos valores meio invertidos? Como posso discordar de um ato cruel com alguém tão próximo de mim, e concordar com outro tão distante de mim? Por que não vejo famosos fazendo vídeos contra a violência feminina – uma vez que a cada vinte minutos uma mulher é assassinada só em Minas Gerais? Será que a opção pela causa ambiental estaria na inocência dos bichos e das plantas, e a não opção pelo ser humano estaria na desfaçatez da intencionalidade da vítima na ocorrência do ato? Não é possível. Não consigo conceber como alguém pode acreditar na conveniência consciente de uma mulher em se permitir ser violentada. Eu jamais deixaria de detonar um estuprador só para ter a admiração de qualquer pessoa que julgasse uma mulher culpada por ter sido abusada sexualmente, dentro de um ônibus, em plena luz do dia. Talvez, e por isso também, eu ainda priorizo defender o ser humano mais que a natureza e os animais.
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s