TEMOS QUE RECONHECER ALGUMA HUMANIDADE NAS PESSOAS – POR PIOR QUE ELAS POSSAM NOS PARECER …

Sem algum sentido, enlouquecemos. Não podemos surtar com as pessoas. O mundo mudou. Estamos mais múltiplos, plurais e diversos. Tudo isso é muito bom. Quanto mais democracia e liberdade, melhor. Ocorre, que quanto maior a diversidade, maior a exigência de entendimento, respeito e aceitação das diferenças. Sem esse entendimento, caímos no vácuo ou corremos o risco de impor ao outro o modo que consideramos correto de ser e de viver. Não podemos enlouquecer frente à presença desse outro que nos desafia em nossos conceitos, e nem agredi-lo com nossas imposições ou exclusões. As pessoas não namoram, não fazem sexo e não se comunicam mais como antes. As pessoas não vivem o tempo, o espaço, o trabalho, a família e o lazer, do mesmo modo como se vivia a pouco tempo. As pessoas reduziram, e muito, a comunicação, o contato e as relações entre si. Estamos mais autistas. Contudo, não podemos deixar de conviver. Não existimos sem o outro. Mudou a convivência? Sim. Mudou a comunicação? Sim. As pessoas estão mais individualistas? Sim. Isso significa que elas não estão se falando? Não. Talvez, mudamos o jeito de nos comunicar. Estamos falando através de outros códigos linguísticos. Não temos outra alternativa. Precisamos ler alguma humanidade no outro. Se não for pela palavra, será pelo gesto ou pelo ato. Temos que estabelecer alguma comunicação com ele – por mais louco que ele possa parecer. Temos que dar conta de perceber em qual ponto ele nos reconhece e nos agrega. Só não podemos pactuar qualquer vínculo, com qualquer pessoa, no ponto em que ela nos agride ou que coloca a sua própria vida em risco. 
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s