AINDA PREFIRO AMAR MAIS O OUTRO QUE A MIM …

É complicado quando ainda temos nossos afetos e não temos mais os nossos sonhos para enodá-los. Sentimo-nos afetivamente esvaziados. É muito boa a sensação de quando nossas ideias – movidas pelos nossos sentimentos – começam a ganhar corpo na realidade.

Antes tínhamos grande afeição pelo princípio de uma sociedade menos desigual. Enchíamos o peito de alegria para dizer que tiramos mais de trinta milhões da linha da pobreza. Estávamos alegres demais com a presença de uma parcela significativa de negros e pobres nas universidades públicas. Bradávamos aos quatro cantos que – finalmente – podíamos pautar a questão da violência de gênero. Orgulhávamos dos avanços – ainda que tímidos – nas discussões acerca dos LGBTs.

Agora, parece que expurgaram de nós as nossas bandeiras de luta. A sensação é de que estão tentando extrair de nós a capacidade de amar e de luta pelos que são excluídos das relações de poder. Parece que estão nos dizendo que não podemos mais falar em desigualdade social, racismo, machismo e homofobia. Estão nos dizendo que não podemos mais pensar no outro. Estão nos dizendo que temos que deixar essas pessoas à deriva, porque só assim serão capazes de reagirem de alguma maneira. Estão nos dizendo que precisamos trazer todo o nosso afeto para nós mesmos – como narciso o fez. Estão nos dizendo que temos que ser como eles são: individualistas e egoístas. Estão nos dizendo que só existe o amor por si: o outro que se foda.

Sabemos, muito bem, das consequências desse tipo de pensamento na história da nossa sociedade: miséria, fome, violência e exclusão.

Estão nos dizendo que não podemos ser generosos. Que não podemos mais lutar por solidariedade e justiça. Estão detonando com uma parcela significativa de brasileiros que não querem ficar como ele na sala de jantar. Estão esvaziando nosso desejo de lutar por um mundo melhor.

Estamos paralisados? Estamos desafectados dos nossos sonhos? Estamos melancólicos? Ou só estamos esperando a hora certa para começar a reagir de novo?
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s