O QUE É O AMOR?

No que tange ao amor, o dilema é o seguinte: amar e desamar ou não amar nunca. Não sabemos o que se passa no interior daqueles que não amam. O contrário, sabemos muito bem o que se passa com os que amam, uma vez que o amor é daqueles sentimentos da vida em que ninguém tem certeza de muita coisa. Então, para sermos felizes no amor só existe um caminho: saber amar e saber desamar. Nunca estaremos cem por cento seguros do amor do outro – por mais que alguém devote todo o seu amor por nós. Quantos já não foram abandonados por um par de olhos fixos e palpitantes de desejo? Quantos já não foram traídos depois de serem entupidos de presentes e de declarações de amor? O amor não é um instinto. O amor não é uma coisa. O amor é uma invenção. Portanto, por não ter uma inscrição biológica, o amor é afeito às mais variadas interpretações – tanto que os amantes podem mentir seus amores. Nunca saberemos o que de fato é o amor, do mesmo modo, que nunca saberemos o que é a felicidade ou a tristeza. Por isso mesmo, os amores são variados. O meu amor pode não ser o amor que eu estou vendo, sentindo ou pensando. O meu amor pode não ser o amor que acabou de falar comigo ao telefone. Posso deduzir que estou sendo amado. Porém, jamais estarei completamente seguro do meu amor. O amor é sempre um risco. Melhor seria – talvez – não amar para não ter que experimentar ser desamado. Contudo, quem nunca foi desamado, também nunca experimentou ser amado. O ideal seria se pudéssemos só amar. Quem dera! Não existe só o amor. Quer amar? Ótimo. Então, esteja preparado para o quê do amor não é bem amor.
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s