NINGUÉM É O CENTRO DE TUDO …

Não existe a menor possibilidade de alguém se colocar em primeiro o lugar em tudo e o tempo todo. Até temos aquelas celebridades que são mais que idolatradas. Podemos – sim – controlar as pessoas com nosso charme, inteligência e dinheiro. Contudo, não somos só beleza, intelecto ou conta bancária. Nem um grande amor nos salvará. O desejo de ser o centro do mundo é algo muito mais da ordem da fantasia que da realidade. Jamais controlaremos tudo com o nosso eu. O que somos, não depende apenas de quem nos idolatra. Fazemos coisas que repercutem em pessoas que não estão nenhum pouquinho interessadas em nosso narcisismo. Seguramente, em algum momento, alguém irá se voltar contra nós. Não somos os únicos egoístas do planeta. Fora que estamos no tempo, e o tempo reina absoluto sobre nós. Fora que habitamos um corpo, que não controlamos. Se não formos punidos pelos outros, é certo que seremos punidos por esse Outro que habita em nós: esse Outro que age às avessas da nossa vontade. Envelheceremos. Brocharemos. Enfraqueceremos. Morreremos. O egoísmo é uma ilusão. O desejo de tudo controlar é uma grande bobagem. Não somos eternos. Tudo nessa vida passa. O mundo gira. Todo narcisista perde a oportunidade de ser feliz dentro da realidade. Todo narcisista priva-se de amadurecer para o inevitável. Todo narcisista é um equivocado. Melhor ir diluindo, que viver a dor toda de uma única vez. Menos vaidade, mais humildade e mais doçura, por favor!Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s