NÃO ESPERE NADA DE NINGUÉM …

O bebê grita pela mãe sempre quando sente medo. Gostaríamos de encontrar alguém que nos protegesse a vida toda.

Na velhice, dificilmente há quem prefira a companhia de um estranho no lugar de um familiar próximo.

Quem não gostaria de ter alguém para compartilhar suas conquistas?

Nunca estamos cem por cento seguros de muita coisa.

No entanto, tanto individualismo vem forçando uma espécie de autismo do indivíduo para consigo mesmo.

Possivelmente, a próxima geração será cem por cento corajosa e cem por cento bela e feliz.

Ao que tudo indica, não haverá mais comunicação. Todos terão seus próprios mundinhos. Seus conceitos. Valores. Sentimentos e crenças. Ninguém precisará ir ao encontro de ninguém.

Quando falávamos tínhamos a necessidade da presença do outro – uma vez que ninguém sabia tudo. Agora, uma geração de narcisistas, dispensará seus amores e suas amizades. Seremos a nossa própria companhia. Não nos julgaremos mais feios ou bonitos. Tristes ou alegres. Estaremos certos de quem somos. Criaremos um mundo próprio. Dominaremos a técnica da sobrevivência e viveremos viciados em aplicativos de lazer e sexo. Prescindiremos das presenças, das interlocuções, dos julgamentos, das discordâncias e concordâncias.

Não haverá mais diferenças entre o bem e o mal – uma vez que a ausência do outro suprimirá todos os nossos conflitos.

A tecnologia definirá o nascer, o viver e o morrer. Estaremos seguros de quem somos, do que temos e do que podemos. Será o fim da humanidade?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s