NÃO PROMETA AMOR PARA NINGUÉM…

Não jure amar. Não prometa amor eterno. Não tire quem você gosta do mundo real. A questão é que amamos demais o amor e odiamos – na mesma medida – o desamor. Ocorre que amor e desamor caminham juntos. Ninguém consegue amar ou ser amado o tempo todo. Podemos – sim – submeter a natureza. Não podemos é privar quem amamos de amar como quiser. Nem sempre as vontades coincidem. Nem sempre os desejos são os mesmos. Nem sempre as ideias batem. Na diferença, posso me privar do meu amor por mim em detrimento do amor do outro. Posso ser coisificado. A verdade do amor não exclui o desamor. A verdade do amor não é uma espécie de matemática. A verdade do amor não funciona como uma lógica filosófica. Nós, ocidentais, não sabemos conviver com o contraditório. Dividimos a vida em prazer e dor e adentramos em uma luta louca para suplantar a felicidade sobre a tristeza. Queremos só amor. Queremos só a alegria – como se fosse possível viver sem a tristeza.Não sabemos o que fazer com a dor – tanto que inventamos a tal pílula da felicidade. Queremos execrar a melancolia – como se não fôssemos envelhecer e morrer. Olhamos para o desamor como uma mancha ou olhamos para o amor como uma luz que tudo clareia. Tomamos o amor como um sentimento que poderia encobrir o desamor. Tanto é verdade que quase não falamos do desamor – como se não falar funcionasse como uma forma de neutralizar o fato. Mudar o sentimento? Impossível. Carregamos o desamor. Mudar a forma de lidar com ele? Sim. Saber fazer com ele? Sim. Isso é de cada um …
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s