NÃO PODEMOS CONTINUAR TROCANDO A VERDADE PELA MENTIRA…

Sofremos porque insistimos em trocar a verdade pela mentira. Toda verdade é preventiva da dor – uma vez que a dor nunca cessa.

Sofremos porque insistimos em suplantar o amor no lugar do desamor. Por isso desesperamos quando o outro não atende ao telefone e entramos em pânico quando ele parte de vez.

Verdade e mentira não são antinômicas na existência humana.

Trocamos o real pelo irreal. Já sabemos o desfecho e insistimos não querer saber. O real está em tudo. Não há dúvida de que a mentira amortece o real. Quantos não vivem uma vida inteira seguros de que suas mentiras são verdades?

Dizem que a verdade dói: não deveria ser assim. Nossa cultura nos ilude que podemos ignorar o ignorável. O problema é quando acreditamos que – existir – é igual a dois mais dois. Na vida, essa conta nunca fecha. Na vida, um lado pode dois ou mais.

Disseram-nos que o outro lado é superável. Doce ilusão! Nunca só ganhamos! Já estamos perdendo quando achamos que estamos só ganhando. Não existe cem por cento bem.

Cremos na felicidade porque disseram-nos que podemos eliminar os outros ângulos negativos da vida. Seríamos muito melhores se aprendêssemos a olhar a outra parte como parte dessa.

Não existe um outro purificado. Somos tudo: vida, morte, amor e desamor. Não deveria ser isto ou aquilo: deveria ser tudo junto em uma coisa só.

Quem sabe – um dia – não conseguiremos tratar nossas angústias com um pouco mais de serenidade?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s