COMO TER PAZ CONSIGO?

Não é para fugir disso que tenho que sair por aí. Todos os meus medos remetem a isso. Todas as minhas queixas – no fundo – têm a ver com isso. Isso existe e não pode ser nomeado.

Tenho que aprender a ficar bem com isso: sem temer, sem entrar em pânico, sem deprimir e sem angustiar.

Não devo enxergar isso como monstruoso. Não devo procurar ninguém porque estou atordoado por isso: não vai resolver.

Não posso me mover por isso. Isso vai junto comigo. Está nos meus intervalos. Isso não cessa. Nada o acalenta. Nada o conceitua.

Não posso crer que alguma coisa me livraria disso. Tenho que levar isso junto. Isso não é uma coisa que eu possa me livrar. Nada o exorciza. Nada o dopa.

Isso está – e existe independente de mim. Tenho. Carrego. Tenho que integrar isso em mim – sem pânico e sem dor. Isso não me pode ser ser insuportável.

Preciso procurar um outro sentido para viver que não seja em constante fuga disso. Preciso aprender a ficar só com isso.

Preciso aprender a gostar disso. Preciso abraçar isso como parte de mim. Preciso cessar de lutar contra isso. Preciso encontrar minha paz com isso. 

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s