NINGUÉM NOS FAZ SOFRER …

Dói muito quando perdemos alguém. Não deveríamos pensar em quem perdemos. Deveríamos focar na dor que o outro nos deixou. Essa dor não é dele: não nos vitimezemos. Essa dor é nossa. O outro só a atualiza em nós. Não é do outro que temos nos livrar. Não é com a falta dele que temos que aprender a lidar. Temos que ir de encontro à essa nossa falta. O fato é que estaríamos faltosos ainda que ele não tivesse partido. Ninguém se livra da falta. Não há presença para isso. Nada supre. Não tem cura. Temos essa falta. Nada a cessa. Nenhum amor a ameniza. Nada a toca. Não é a ausência de alguém que nos faz faltosos. Não existe um culpado. Desintegramos o que não temos de nós mesmos: por isso sofremos. Não se trata de ter ou não ter. Temos a falta. A questão é o que fazer com ela. Não dá para esperar que o outro faça por nós – mesmo porque ele pode estar esperando a mesma coisa da gente. Não dá para atribuir ao outro o que não temos. Precisamos – antes de tudo – tomar o que não temos como sendo nosso. Depois, precisamos não tomar o que nos falta como dor. Amar o que não temos: esse é nosso grande desafio. Fazer do que nos falta uma alegria. Dar leveza ao que não temos – mesmo porque não existe outra alternativa. É masoquismo? Sim. Talvez, um masoquismo necessário e melhor do que aquele de depois da ilusão de uma completude impossível. Melhor que aquele que se repete em todos os nossos amores fracassados pela nossa ânsia de sermos completos. Quem dera se a plenitude fosse possível: seriamos eternamente felizes. Isso é possível? Talvez sim. No dia em que levarmos – alegres – o que nos falta conosco. 
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s