POR QUE SOMOS TÃO VAZIOS?

A psicologia já perdeu muito tempo tentando entender nossas emoções. Para certas emoções, não há fatos e nem ideias. Dizem que podemos ter depressão depois de uma grande perda. Dizem que podemos ficar ansiosos diante de uma situação arriscada. Dizem que se identificarmos a causa das nossas depressões e ansiedades, ficaremos curados. Doce ilusão! Não é porque perdemos alguém muito querido que ficamos deprimidos. Não é porque a situação pode não ter o desfecho que esperamos, que ficamos ansiosos. O buraco é mais embaixo. Nossas tormentas psicológicas nada tem a ver com coisas datadas ou conceituais. No fundo, perder alguém remete à perda de nós mesmos. Quando alguém muito amado nosso morre, sofremos mais pelo que isso nos diz respeito – vamos morrer também – que pela morte da própria pessoa mesma. Quanto ao fato de que vamos morrer um dia, não há palavras que possam nos ajudar quanto à isso. Diante do morrer, só o vazio. O vazio não pode ser explicado, só mostrado ou sentido. Infelizmente, nós ocidentais, quase não sabemos lidar com isso. Pelo contrário, vivemos para combater a nossa morte. Queremos a eternidade a qualquer custo. Doce ilusão! Não podemos tomar o vazio como um inimigo – mesmo porque já sabemos que ele é que sairá vitorioso. A saída é tomar a perda como uma linguagem silenciosa. Tomar o que não tem sentido como algo constitutivo de nós mesmos. Precisamos aprender a contemplar nossas perdas com menos angústia ou ansiedade. Precisamos entender a vida não como uma contradição a ser resolvida. Viver é contraditório: essa é a linguagem. 
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s