NUNCA SAIA DE SI …

Muito cuidado para que suas ideais não te levem para outros mundos. Muito cuidado para que seus desejos não te façam enxergar seu mundo como sendo pior.

Toda comparação sempre resulta em angústia e culpa. Atente-se para as suas emoções. Temos mania de procurar amor onde não existe amor. O outro nunca nos dará o que queremos – mesmo porque nem ele mesmo o possui para si.

A carência afetiva é um problema. Nunca ninguém conseguiu resolver seu dilema de amor amando outros.

Ninguém pode ser o amor de mim. Tenho é que me encontrar em mim. Tenho que ser pertinente para mim. Ninguém pode me fazer acontecer. Eu mesmo é que tenho que me fazer acontecer.

Não leia livros que digam que você precisa se encontrar fora de você. Não escute músicas com letras que digam que a sua felicidade é alguém que seja tudo para você.

Não saia de você. Concentre nos seus prazeres – mesmo porque,  no fundo, só temos a nós mesmos.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s