TEMOS QUE TOMAR CUIDADO PARA QUE O NOSSO DIREITO AO GOZO NÃO COLOQUE EM RISCO O NOSSO DIREITO DE GOZAR …

Até bem pouco tempo, sobre as nossas crises existenciais, a cultura dizia que, se fizéssemos um profundo exercício de introspecção, resolveríamos nossos problemas e ficaríamos bem: conhece-te a ti mesmo. Caso esse exercício não funcionasse, a alternativa era que fantasiássemos outras vidas paradisíacas, e que pela idealização amenizaríamos nossas dores de existir. Tudo isso vem caindo por terra. Por que? Todas essas, supostas saídas, são baseadas no recurso da palavra, e de palavra em palavra não chegamos a nenhuma palavra definitiva. A pergunta pelo sentido da vida não tem o menor sentido. Buscar a alegria de viver pela razão, não leva à razão alguma. A significação da vida é um buraco sem fundo. O que restou? Ficamos com o que temos de mais concreto: o nosso corpo. Ficamos com o que de onde nunca deveríamos ter saído. Nosso corpo é um turbilhão de sensações, gozos e prazeres. Nosso corpo é a casa da nossa alegria de viver. Nossas sensações – sim – podem ser nomeadas. Nossa tarefa – agora – é descobrir nossa felicidade, dando um nome a ela e fazendo acontecer o que sentimos. O desafio – agora – é descobrir a nossa identidade a partir do que faz nossa carne pulsar e dar um destino para ela, de tal maneira que podemos gozar a vida sem fazer qualquer mal a nós mesmos ou ao outro. Os ideais, que antes norteavam nossos corpos, deixaram de existir. Contudo, não podemos agir como se fôssemos bichos. Temos que inventar algum recurso, com sentido, para que nosso corpo não degringole. Podemos e devemos regozijar, porém, cuidando para que o nosso gozo não coloque em risco o nosso próprio direito de gozar. 
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s