POR QUE UMA PESSOA ME PROVOCA UMA EMOÇÃO RUIM?

Por que uma pessoa me provoca uma emoção ruim? Por que tenho pânico de certas doenças? Por que quase morro só de pensar em perder certas pessoas que gosto muito? Não deveríamos sofrer por isso. Não sabemos tudo. Não temos tudo. Há o não-saber. Há algo que a palavra não comporta, e que a única resposta possível é a angústia. Não tem como eu fazer uma tese de doutorado da dor. Tudo o que eu fizer, deixará sempre algo que só poderei responder com uma melancolia. Há um outro lado inevitável. Há um outro lado estranho – quase como quando eu mudo de país e não consigo entender nada do que me dizem. Somos – também – estrangeiros de nós mesmos. Como lidar com isso? Não há uma resposta intelectual: há o ato. Há o movimento. Podemos ir nos desviando disso – fazendo desse mal feito um bem feito. Curioso é que ele sempre retorna ao final de cada gesto. É por isso que não podemos nunca parar de gesticular. Para a dor, só a ação. Ainda bem que há outras sonoridades. Ainda bem que posso abrir outras janelas. Ainda bem que ainda posso ir me driblando de sofrer: cabe a mim apenas saber fazer direito.Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s