TODO PÊNIS ERETO CARREGA UMA VERDADE BROCHANTE …

Todo pênis ereto carrega uma verdade brochante. Todo rosto jovem carrega seu processo de envelhecimento.

Não se trata de não pensar nessas coisas. Achamos que não pensamos. Pensamos quase sem pensar.

O fato de não estar consciente, não significa que não existe. Não sabemos só pela mente. Sabemos pelo corpo. O corpo – também – fala. A angústia que não sabemos, pode ser a verdade que tanto tememos saber.

Agredimos a nós mesmos pode ser uma forma de nos punirmos contra o que não podemos evitar. Todo desassossego não deixa de ser uma forma de não querer parar para ver.

Temos que dar conta de fazer um acordo com esse Outro de nós mesmos. Não podemos enlouquecer. Não podemos colocar um ponto final por isso. Não podemos nos drogar. Não podemos descontar em ninguém. Não podemos nos vitimizar. Temos que encontrar um linguajar que abarque isso que tanto nos assombra. Temos que inventar um novo vocabulário para esse singular – porque a dor de não ser é de cada um. Temos que cerzir esse nebuloso.

Não é possível tudo cobrir: algo nos é inevitável. Se sabemos cobrir isso com nossas angústias, ansiedades e somatizações, por que não podemos fazer de outro modo?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s