QUAL A SUA ESSÊNCIA?

É fácil ser quando do amor. Quero ver ser quando do desamor. É fácil ser nos barulhos, conversas e músicas – ainda que ao longe. É fácil ser com a luz acesa. Quero ver como você se arranja no escuro. Quero saber quem é você no silêncio. Adoramos quando o de fora conforta o nosso de dentro. Não quero saber quando você troca de amores, nem quando você procura barulhos ou dorme de luz acesa para preencher seu eu. Quero saber é de você quando não há amores, quando nenhum som ou qualquer claridade ameniza a sua ansiedade ou a sua angústia. Quero saber o que você faz com a sua dor quando nenhuma invencionice funciona mais. É aí que está a sua essência. Você é quando mais nada é. Você é em carne viva. Quero saber como você se arranja aí. Quero saber o que você faz brotar disso. Não quero saber de você fujão. Não quero você covarde. O que você fizer emergir daí, não pode ser outra coisa, senão você. Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s