NINGUÉM MERECE SOFRER…

Um caminho para não sofrermos, é aprendermos a não sofrer com quem nos faz sofrer. Temos que ser como quem – supostamente – achamos que não sofre. Freud dizia ser muito sofrido querer imitar o grande pai: temos que incorporar o pai. Temos infinitos exemplos de pessoas que achamos que sabem gozar a vida: tanto que pensamos que sofremos mais do que todo mundo. Não entendo porque copiamos exatamente o modo de viver dos desvalidos. Por que não adotamos o modelo dos que são bem sucedidos na vida? Por que somos os únicos que corremos atrás? Por que somos sempre os humilhados? Por que sempre perdoamos tudo? Por que sempre aceitamos de volta – mesmo quando somos agredidos e traídos? Quando sofremos, temos a um palmo do nosso nariz, alguém que está nos fazendo sofrer e que parece que está muito bem nessa posição. Por que não fazemos como ele? Por que não damos conta – também – de ficar bem sem ele? Por que escolhemos o caminho dos sofridos? Parece que sempre estamos querendo provocar compaixão no outro, por uma dor que é fruto da nossa incompetência pessoal de amar. O outro não é o culpado. Ele sabe como fazer. Nós é que não sabemos. Portanto, não repita, a partir de hoje, esse esquema humilhante em suas relações. Não telefone quando o outro não retornar a ligação. Cuidado para não se expor em desmedida. O amor é troca. O amor não é uma via de mão única. Não se dê tanto porque, em caso de uma ausência, você poderá continuar ensandecido pela vontade de continuar se dando. Temos que aprender com quem não vai atrás da gente. Temos que aprender a sentir o gostinho de ser – também – mais amado que amável. Temos que aprender com quem sempre espera ser contactado. Temos que parar de ocupar o lugar dos fracos. Temos que aprender – no mínimo – a alternar um pouco mais as posições. Deve ser interessante experimentar outras formas de gozar na vida. Que tal?Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s