NÃO DEVO ESPERAR DE NINGUÉM A MINHA ALEGRIA DE VIVER …

Não posso nunca me colocar como dependente de alguém para a minha felicidade. Tenho que dar conta de me ver sozinho e feliz para daqui uma hora, um mês, um ano e para a minha vida inteira. Tenho que dar conta de me ver sozinho e feliz em uma sala de cinema, em um restaurante, na rua, em um show, em minha casa, em meu trabalho e nas minhas viagens. Tenho que dar conta de encontrar em mim o rosto, o sorriso, o abraço, o beijo e o sexo que procuro nos outros. Se me procuro nos outros, é porque ainda não me achei em mim. Tenho que aprender a gozar comigo. Tenho que contentar comigo. Tenho que aprender a viver só e sendo a pessoa mais feliz do mundo. Tenho que aprender a me alegrar com a minha companhia. Tenho que prender a ficar bem comigo quando não sou solicitado por ninguém. Tenho que aprender a estar satisfeito comigo, mesmo estando em um grupo enorme de pessoas queridas. Não devo fazer nada para chamar a atenção das pessoas. Não devo esperar reconhecimento. Não devo querer por carência. Devo fazer por mim. Devo fazer porque me faz bem. Devo fazer porque gosto. Não devo cobrar do mundo pelo que faço. Não devo fazer pelo outro. Preciso me desprender de tudo o que não posso contar como certo. Não devo querer o que pode me ser negado. Me exponho ao risco de sofrer, todas as vezes que fico dependente de uma vontade que não seja a minha. Nunca sofro quando me tenho como meu único recurso. Sou egoísta? Não. Não há bem melhor que eu possa fazer ao mundo mundo, do que estar bem comigo mesmo. Nada pior que estar com outro, esperando dele a minha alegria de viver. Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s