O SEXO PELO SEXO …

Até bem pouco tempo era amor e sexo. Agora é só sexo. Será?

É verdade que não existe mais amor e sexo como nos moldes tradicionais  No entanto, será que dá para salvar algo do antigo romantismo no sexo pelo sexo? O que dá pra salvar em uma relação que dura apenas um instante? É possível introduzir algum saber nesse sexo – de tal maneira que ele se torne um saber-fazer-sexual? O que de humano é possível colocar nesse sexo – de tal maneira que ele se torne algo a mais que um simples evento de corpo?

É possível introduzir algum humanismo nas tais transas chamadas de rapidinhas? Sim. Tem que ser possível – uma vez que o amor líquido parece ser – agora – a nova regra.

Como fazer para que o dito sexo pelo sexo não fique reduzido apenas ao orgânico? A saída é pelo gestual. A saída é pelo toque. A saída é pelo olhar. A saída é tentar marcar no seu parceiro com algo bem próprio seu. A saída é deixar algo de muito seu nele – de tal maneira que ele queira fazer de novo.

O diferencial está na pegada. Por isso, é preciso caprichar no beijo, no toque e no penetrar.

Temos que seduzir pelo nosso jeito de corpo. No dito sexo pelo sexo o vinculo não passa pela ideia. O vínculo passa quase totalmente pelo ato.

O amor é quase só reflexo. O amor é literal. O amor é empírico. O amor é feito.

O sexo não espera pelo amor. O amor vem junto com o sexo. Seduzimos pelo saber-fazer. O que liga é a química. O amor é mais sutil. O amor aparece entremeado na fissura da vontade. O amor aparece no jeito de colocar o corpo, no tremor da excitação, na volúpia da boca, no olhar esfuziante e na destreza das mãos.

No dito sexo pelo sexo, somos amados – quase exclusivamente – pela nossa performance. O amor aparece no tesão. O amor aparece no desejo de fazer de novo. O amor aparece quando um pega fogo com o outro. O amor aparece quando todo mundo fica com todo mundo, mas nada é parecido quando um cruza – casualmente – com o outro – mesmo que os dois sequer saibam o nome um do outro.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s