O QUE É O AFETO…

Qualquer movimento que fazemos é afeto. Existe afeto em tudo: basta querer encontrar. O afeto não pode ser pensado. O afeto é para ser sentido e vivido. Tudo deveria ser emocionante. Só não é porque hierarquizamos nossos prazeres. É a mente que julga a segunda-feira como sendo pior que o sábado. É a memória que condena o passado. É a expectativa que destrói o futuro. Não é nada disso para o afeto: é tudo igual. O afeto em si é sempre bom. Tudo o que fazemos possui um afeto próprio. Tudo na vida deveria ser afetivamente bom. O afeto não possui razão. Não existem palavras impressas em nossos afetos. Nossos afetos são amorais. Os afetos não são progressivos. Não evoluímos afetivamente.

O pensamento detonar com o afeto quando o condena. É o pensamento que torna o afeto ruim. Teríamos que apagar o nosso pensar para vivermos nossos afetos com plenitude. Nem percebemos o prazer que sentimos quando nos entregamos sem querer saber aos nossos afetos. Somos afetados quando a festa está boa. Somos afetados quando entramos de férias. Somos afetados quando acordamos em um belo domingo de sol. Adoecemos quando julgamos algo em nossa vida como um afeto ruim. Nada em nossos afetos é – em si – bom ou ruim.

Não deixamos o afeto em casa quando saímos para o trabalho. Não matamos nossos afetos quando somos abandonados por nossos amores.

Somos afetados do nosso nascimento até a nossa morte. Somos afetados do nosso primeiro fio de cabelo até o nosso último dedo do pé. Não existe afeto infeliz: existe mente infeliz. Quase sempre não sabemos explorar toda a felicidade dos nossos afetos. Os afetos simplesmente são. Não existe justificativa plausível para não se viver os afetos. Viver os próprios afetos independe de tempo e espaço: basta estar vivo. É sempre possível arranjar um jeitinho de gozar de cada um dos nossos afetos. Basta procurar. Basta movimentar. Basta fazer acontecer …

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s