QUERO AGARRAR A VIDA COM UNHAS E DENTES …

Vamos envelhecer? Sim. Vamos morrer? Sim. Tem solução? Não. Tem explicação? Também não. Se envelhecer não tem explicação, então envelhecer não existe. Se morrer não tem solução, então morrer não existe. Temos que viver como se não fôssemos envelhecer. Temos que viver como se a morte não existisse. Se não tem explicação, esquece. Se não tem solução, deixa pra lá. Caso contrário, perca seu tempo tentando encontrar uma saída que não existe ou passe a vida toda deprimido por não saber. Grande parte da nossa infelicidade consiste em perder nosso valioso tempo correndo atrás desse impossível que é o sentido da vida. Se observarmos atentamente, veremos que – no fundo – todas as nossas filosofias e ciências estão ocupadas disso. Praticamente, nosso mundo só se fala em velhice e morte. Nosso mundo vive do vazio. Nosso mundo vive do que não existe. Nosso mundo é completamente louco. Não estou interessado no que não tem resposta. Não quero a vida onde ela não é: quero o que é. Quero o que posso. Quero o que tenho. Quero é viver. Quero ser. Não quero o não ser. Só quero filosofias e ciências que possam ser materializadas. Quero o pensado. Quero o que está pronto. Quero usufruir. Não quero o infinito. Não quero o conceito do conceito. Não quero pensar. Quero escrever. Quero tatuar. Quero deixar minha marca. Quero comer, pegar, lamber, mastigar e engolir. Quero o que ninguém quer. Quero o mundo que a filosofia abandona. Quero a vida que a ciência deixa para trás. Quero o resíduo. Quero o que virou lixo para os grandes intelectuais. Não quero mais saber dos amores que vou perder. Quero saber é dos amores que tenho. Não quero viver do que vai acontecer – mesmo porque não há nada que eu possa fazer. Vai acontecer mesmo – querendo eu ou não. Quero viver do que é. Quero o que me foi dado. Não quero o que vai me ser tirado. Não quero deixar para depois. Quero fazer do meu agora um inteiro sem nenhum vazio. Quero um pensamento que não me desligue do mundo. Quero um linguajar linguareiro. Quero pensamentos que me ensinem a agarrar a vida com unhas e dentes.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s