VIVER É COMIGO MESMO …

A vida sempre nos apresenta com algum pedaço de solidão. Em tudo parece que sempre falta uma parte do quadro para ser coberto de tinta. Nunca temos plena certeza de que estão nos falando a verdade. Vivenciamos despedidas. Tudo termina em silêncio. Estamos sempre à espera de algo para nos resgatar. Diante da nossa solidão crônica, aguardamos ansiosos aquela ligação e checamos compulsivamente o nosso zap a procura de uma mensagem ou de uma figurinha. Em último caso, uma curtida na foto que acabamos de postar já resolveria nosso problema. Viramos pedintes do que não temos. Buscamos externamente um tampão para essa nossa falta impreenchível. Esperamos do outro a salvação de nós mesmos. Esse pedaço que sempre sobra é nosso. Por que não o suportamos? Porque ele é o lugar do nosso silêncio. Ele é quando tudo o que existe não foi suficiente. Ao lado dele só sobrou a nós mesmos. O que vamos fazer com isso?
Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s