O QUE É A INVEJA?

Desejamos o completo, quando alucinamos em alguém a suposta completude que não somos. Invejamos, quando entendemos o que o outro é o espelho milagroso da nossa felicidade. O suposto completo que vemos, apenas revela o quão somos incompletos. Em detrimento dessa tal completude, sofremos com a falta que somos e sentimos uma vontade absurda de tomar do outro o que supostamente nos completaria. Vemos o que não somos quase o tempo todo. Sonhamos com o que não somos quase o tempo todo. A inveja é mesquinha para quem a sente e agressiva para quem a sofre. Por que? Porque a inveja é um sentimento de extremos: quem a sente desfaz de si e quem a sofre pode ser tomado do que de si seria a completude do outro. Existe saída? Sim. Falta ao invejoso a capacidade de fazer uma bricolagem entre o que lhe falta e o que do outro o preencheria. Falta ao invejoso a capacidade de cingir a sua falta. Ou seja, falta a ele a desenvoltura para costurar seu furo sem que o seu furo deixe de existir: somos seres de falta. Todo invejoso não suporta viver do que lhe falta. A questão de todo invejoso é a sua incapacidade de suportar a sua incompletude. Todo invejoso é compulsivo em sua completude. Todo invejoso delira. Pobre de quem ele elege como sua completude. A sua completude nunca será completa. Tanto que sua incompletude retorna logo que ele rouba o que imaginara para si. A questão não é conceber a vida como completa ou incompleta. A questão é ser capaz de reconhecer alguma completude de si sobre o que lhe falta – essa tarefa é de cada um. A questão é a capacidade de amar o que lhe falta na mesma medida do que lhe completa.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s