ACHO QUE O BRASIL NÃO TEM MAIS VOLTA

Até bem pouco tempo parecia que tínhamos uma sociedade menos desigual como um valor. Tínhamos a impressão de que o respeito ao próximo fazia algum sentido. Parecíamos mais sensíveis ao senso de humanidade.
Hoje, parece que o individualismo minou tudo isso. Parece que agora está muito claro que importa apenas satisfazer os interesses de um certo grupo, enquanto classe, gênero e orientação sexual. Não há dúvida de que estamos sob um golpe de brancos, ricos, machos e heterossexuais. 
Será que em algum momento o humanismo superou o ódio pelo amor ao próximo? Será que em algum momento a generosidade foi mais forte que o egoísmo?
Parece que até bem pouco tempo podíamos dialogar mais. Havia uma maior possibilidade de construirmos algum consenso. Parecia que os brancos tinham o racismo como um absurdo. Parecia que os ricos tinham alguma clareza de que a desigualdade era a raiz principal da violência. Parecia que quem tinha o poder era um pouco mais sensível para com as mazelas do mundo.
Agora, a sensação é de que as coisas nunca foram bem assim.
Tínhamos a sensação de que, em algum momento da nossa história, parecia que o bom senso havia suplantado o ódio. Não era suplência: era recalque ou hipocrisia. Agora o recalcado emergiu com força total. Os ricos odeiam – explicitamente – os pobres e o preconceito racial veio à tona como nunca. É assustador o número de  pessoas defendendo a volta da ditadura. É estarrecedora a atitude da nossa classe média fazendo vista grossa para um governo descaradamente ilegítimo e corrupto. É impactante o comportamento de tantos defendendo o fim das discussões de gênero, o fim da igualdade de condições, o fim da ideia de orientação sexual e o retorno dos negros para as senzalas. Ninguém mais bate panela para nada.
Parecia que em algum momento da nossa história os interesses coletivos estavam se sobrepondo aos interesses individuais. Doce ilusão! Venceu o princípio de que a essência do homem é egoísta. Estamos próximos da barbárie quando o ódio toma o espírito humano. Não sei se é questão de retomar os valores. Não sei se tem VOLTA. Parece que tudo se desgastou. Voltamos ao cada um por si.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s