COMO LIDAR COM A MORTE?

Não podemos conhecer a morte. Não podemos vencê-la. Podemos apenas abordar a morte. E como abordamos a morte? Com a própria morte ou com a vida?Muitos a abordam com a própria morte quando vivem por aí  queixosos e infelizes – o que não deixa de ser uma forma de viver ainda que masoquista.

Como podemos abordar a morte com a vida? Vivendo tudo de prazer que estar vivo nos permite. Como é viver tudo de prazer? Não é pensando na vida. O pensamento é a morte da vida porque é sempre dúbio – e nunca se conclui. Pelo pensamento, sempre  poderíamos ter feito de outra maneira.

A melhor maneira de viver bem é sentir a vida. Nada em nós é mais vivo que nossas emoções. Nossos sentimentos têm calor, pulsação, arrepio, frisson, volúpia, gemidos e prazer.

A vivacidade dos nossos sentimentos é única. Vamos sentindo diferente a cada nova emoção. Nada como comer com todo o prazer que a comida possui. Nada como um bom banho quente depois de um dia estressante de trabalho. Nada como ir pra cama com quem desejamos e que nos deseja em proporção maior ou semelhante. Nada como abrir a janela pela manhã e sentir a beleza do dia.

Tudo isso deve ser feito sem pensar. Tudo isso deve ser vivido sem culpa e sem medo. Tudo apenas pelo prazer de viver. Tudo para não se arrepender de não ter feito – quando não mais puder fazer.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s