POR QUE O MUNDO ESTÁ TODO PADRONIZADO?

Por que emendamos uma letra em outra até formar uma palavra? Por que emendamos uma palavra em outra até formar uma frase? Por que emendamos uma frase em outra até formar um discurso? Porque necessitamos de um sentido. Contudo, buscamos um sentido que não existe. Por isso mesmo falamos demais. Não suportamos o silêncio. Ocorre que jamais daremos conta de tamponar tudo. Toda letra carrega um vazio. Toda da palavra deixa um intervalo. Todo discurso tem um fim. Desesperamos com o buraco das letras. Não suportamos o silêncio entre as palavras. Sempre reiniciamos nossos discursos. Não nos suportamos fora da linguagem. O vazio é a possibilidade que temos de sermos o que quisermos. Não suportamos a nossa própria liberdade. Por isso sempre reiniciamos nosso blá blá blá sem fim. O tempo todo a linguagem nos dá uma via para sermos fora dela. Contudo, insistimos que o sentido é viver juntando letrinhas, palavras e frases. Formulamos um sentido e caímos sempre no mesmo buraco do silêncio – lugar de nós mesmos. Não suportamos ficar onde deveríamos. Sequer experimentamos dar uma olhadinha. Rejeitamos o que temos de mais inventivo de nós mesmos. Talvez por isso o mundo esteja tão padronizado. Falamos a mesma língua. Vivemos pela língua dos outros. Precisamos fazer o caminho inverso: do discurso ao silêncio. Precisamos cravar por nós mesmos quem somos em nosso próprio vazio.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s