POR QUE O MUNDO PARECE TÃO BIZARRO?

Precisamos reavaliar o que pensamos sobre o suicídio e sobre a pedofilia. O suicida nos diz do quanto tememos a morte. O pedófilo nos diz do quanto somos sexualmente mal resolvidos. Se escutássemos mais – talvez – não precisássemos nos deparar com tanta estranheza no mundo. Muitos se matam exatamente porque não os escutamos em seus desejos de morte. Todas as aberrações sexuais estão por aí para nos dizer que precisamos repensar nossa posição sobre o sexo. Alguma palavra precisa ser colocada no ato suicida. Alguma palavra tem que caber no desejo pedófilo – nem que seja uma letra apenas. Qualquer palavra  para existir precisa – primeiro – ser escutada. Temos que ouvir o que as essas pessoas têm a dizer sobre suas vidas. Precisamos falar menos e ouvir mais. Não se trata de impor teorias ou doutrinas. Não se trata de julgar e condenar. Não se trata de distanciar o falar ainda mais do sexo e da morte. A experiência da morte é algo singular. O sexo não é igual para todos. Temos que permitir que cada um esmigalhe a sua própria morte para tentar extrair daí algum sentido que o contenha em seu desejo de morrer. Se não nos abrirmos para escutar o sexo como ele é – certamente – ele continuará chegando até nós de uma forma ainda mais absurda. Nada pior que a morte pura. Nada mais doloroso que o instinto sexual em carne viva. Alguma coisa tem que ser escrita nesses atos – nem que seja um gesto apenas. Não podemos permitir a morte. Não podemos permitir nenhuma forma de violência. Temos que ouvir mais: algum sentido tem que ser formulado para cada ato nosso. Fora isto, nada mais tem sentido.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s