DÁ PRA SER FELIZ COM TANTA NOTÍCIA RUIM?

É certo que está ficando cada vez mais complicado o caminho para  sermos minimimante felizes: viver não está nada fácil. Para sobrevivermos nesse nosso tempo teremos que roer o osso do pior até extrair dele alguma possibilidade de vida boa. O que isto significa? Não temos como fugir dos absurdos. A globalização nos dá em tempo real tudo o que acontece – especialmente o que acontece de ruim. São tantas mídias que não temos como escapar. E para piorar, tudo nos chega registrado em fotografias ou imagens. São casos de homicídios bizarros. Cenas de estupros coletivos. Imagens de acidentes em tempo real. Fora os nossos sociopatas da política. Tudo o que mais abominamos nos chega em carne viva. Parece que nossos fantasmas ganharam vida real. Não temos como negar: temos que nos a ver com essa carnificina. É o pior escancarado. Temos que dar conta de explicar o inexplicável. Precisamos extrair algum sentido disso. Caso contrário, viveremos continuamente perturbados. Nossa qualidade de vida necessariamente terá que enfrentar esses cadáveres do nosso tempo. Precisamos falar sobre isso. Precisamos impor uma escrita mínima nesse indescritível. Precisamos tatuar nem que seja uma palavra nessa escuridão. Caso contrário …

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s