COMO DESCOBRIR QUEM VOCÊ É?

Não estamos seguros. É sempre possível outros olhares para um mesmo acontecimento.

Quase nunca as coisas funcionam como gostaríamos.

Não se trata de má sorte ou castigo divino. Sofremos porque não conseguimos prever o que mais tememos.

Viver não tem lei. É esta imprevisibilidade que nos introduz uma cratera psicológica. Não adianta ficar repetindo. Não resolve tentar ligar algo a este inassimilável. Há um fora do psíquico que não se deixa agarrar. Há um sem lei. Há uma discordância fundamental entre o que gostaríamos de ser e o que somos. Perder tudo isso nos faz ir de encontro a nós mesmos em nossa mais absoluta singularidade.

Não há cura. Não somos quem pensamos. É aí que precisamos chegar. Não somos uma cadeia. Somos traços psicológicos  em um turbilhão de sensações.

Não podemos nos defender com elucubrações fictícias, histórias familiares, ideais e identificações mentirosas. Temos que nos encontrar exatamente no ponto onde o programado blefa. Temos que saber de nós mesmos ali onde pulsa o mais singular de cada um. Temos que saber quem somos desembaraçando os pedaços e as pontas do que não tem sentido. Temos que ser na mais pura contingência. Temos que inventar outros efeitos possíveis para aquilo que temos como certo – e que tanto nos amedronta.

Outros efeitos que não aqueles que a nossa vidinha medíocre está habituada.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s