POR QUE NUNCA ESTAMOS SUFICIENTEMENTE FELIZES?

O maior desafio do ser humano é conquistar a estabilidade. É óbvio que não estou falando apenas de dinheiro e nem de sucesso profissional. Muito mais importante que qualquer coisa é a paz de espírito e o contentamento de si. É a capacidade que temos de delinear uma ação dentro de um espaço que acalme nossas fissuras e ansiedades. É valorizar o que temos e somos sobre tudo o que gostaríamos de ter e ser. Nosso problema é o OUTRO que gostaríamos de ser. Sempre queremos uma casa melhor. Seríamos mais felizes se tivéssemos outro corpo diferente desse que destratamos. Vivemos sob a diradura de um OUTRO que não somos. Já acordamos infelizes com o dia que não nos reconhecemos nele. Nem as imagens de pessoas vivendo em extrema pobreza nos sensibiliza para valorizar o que temos. Nem a notícia de uma pessoa em estado terminal quebra a nossa arrogância de querer ser mais que somos. Nossa casa não nos satisfaz. Não conseguimos encontrar felicidade em nós mesmos – ainda quando gozamos de plena saúde, quando temos muitos amigos e quando estamos bem profissionalmente. Por que nunca estamos suficientemente felizes? Não há ato mais desafiador que o contentamento de si. Fazemos do que não temos algo que desfaz do que somos. Amamos menos a nós mesmos e mais a nossa outra metade que cremos vagar por aí em algum lugar. Deixamos de viver o presente para viver algo que pode não vir jamais. Quase nunca usufruímos do que temos e somos. Não há ato mais difícil do que saber lidar com a falta. O que é necessário acontecer para valorizarmos quem somos e temos? Perder tudo o que temos e somos? Eu era feliz e não sabia. Que absurdo! Como sonhar sem transformar o sonho em tortura? Como ficar só com você e com suas coisas sem a ansiedade de que você ficaria melhor com o outro de seus sonhos? Por que não nos contentamos com o possível? Por que sempre queremos o que está aquém do que podemos? Qual é a medida das nossas ilusões? Eis aí o nosso maior desafio …

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s