NÃO HÁ AMOR SEM SUBMISSÃO.

No amor não existe esse negócio de amar e ser amado: ou você ama ou é amado. Não há amor sem alguma submissão. Não há amor sem relação de poder. Não existe amor de outro modo. Há quem ame porque espera do outro a salvação de suas depressões. Há quem busque um amor – supostamente bem sucedido – com a ilusão de crescer ao lado da pessoa amada. Há quem queira o bonito, porque se acha feio. Há quem concorde com a submissão, apenas para ficar próximo de uma inteligência amada. Há quem busque alguém mais forte que a sua insegurança. Todo amor é meio patológico. Todo amor é assim: amamos o que não temos, por isso nos submetemos. Todo amor é meio egoista. O amor nunca é troca. Não existe compartilhamento de amor. Troca é só um conceito. Não estou falando de amor teórico. Estou tratando do ato de amar. Na prática, todo amor é dependência ou domínio. Todo mundo é portador de um bom motivo para submeter alguém ao seu amor. Todo mundo vive para submeter ou para se submeter ao amor de alguém. Deve ser desesperador a invisibilidade. O que sustenta toda celebridade não seria a fantasia de ser amado? Querer ser amado nesses tempos de individualismo tem se tornado uma tormenta. Não há amor quando todo mundo quer ser amado. Alguém tem que se dispor a não ser amado ou a ser menos amado para que exista amor. Todo mundo está meio desesperado para tomar alguém como seu amor. O amor só acontece quando alguém se dispõe ao amor do outro. Quando amamos, estamos amando e não sendo amados. Quem ama, não ama a si. Quem ama, apenas ama o amor do outro. Quem ama, confirma ao amado o quanto ele é grandioso. Quem ama, apenas ajuda o amado a se assegurar de seu próprio amor. Ninguém ama e é amado: ou você ama ou você é amado. O amor é isso. Não há amor de outro jeito. A questão é saber de que lado você está: de quem é amado ou de quem ama?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s