ESTOU ASSUSTADO COM O MUNDO ATUAL …

Perdemos o senso de distanciamento. Não julgamos. Não criticamos. Não condenamos. Achamos tudo normal. Nada nos angustia. Nada nos envergonha. Nada mais é condenável. Estamos em um tempo de pessoas impermeáveis ao incômodo. Perdemos a capacidade de diferenciar o certo do errado, o bom do ruim e o bem do mal. Parece que estamos cem por cento bem resolvidos para agir mal. Parece que estamos seguros de que agredir é o melhor caminho. As tragédias não são mais assim tão trágicas. A dor do outro não fica na memória – nem quando ele morre. Fico procurando um ponto de incômodo no mundo. Não existe mais o isso e o aquilo. Não temos dois ou mais lados. Tudo é igual para o mal. Não há reações distintas. Adotamos a postura de só fazer cara de paisagem. Parece que perdemos a nossa humanidade ou atingimos o estágio do saber viver pelo pior. Por que banalizamos tudo? Parece que finalmenteaprendemos a diferenciar o bem do mal e optamos pelo segundo. Adotamos a postura do não há nada que possa ser feito. Anestesiamos a dor pela dor. Aprendemos a neutralizar cinicamente os problemas. Levamos o politicamente incorreto às últimas consequências. Só conversamos banalidades porque entendemos que todo envolvimento traz dor de cabeça. Não queremos mais descobrir um jeito de resolver para o que julgamos insolúvel. A solução está dada pelo pior. Qualquer dano é o menor dano. Ou descobrimos a fórmula perfeita de viver mal sem ser afetado por nada ou estamos completamente melancólicos e não sabemos.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s