PERDER UM GRANDE AMOR PODE SER MUITO BOM …

Não gostamos de impasses. Destestamos ficar diante do nada. Gostamos é da vida medíocre e monótona. Desesperamos quando acordamos depois de um sonho estranho. Ficamos completamente desnorteados diante de alguém que mexe com nosso tesão. Desesperamos quando não há o que dizer.  Incomodamos quando gostaríamos de falar o que pensamos e nos falta  coragem. Entramos em pânico só de pensar em perder o emprego. Enlouqueceríamos se as pessoas que amamos fossem embora. Contudo, a vida está sempre nos colocando no limite do que é determinado socialmente. Há outros sonhos e outros gozos,  há relações mais sinceras, há outros empregos e outros amores. Poderíamos arriscar coisas novas. No entanto, não levamos nossos sonhos a sério, desacreditamos do nosso poder de sedução, engolimos sapo e não falamos o que pensamos,  repetimos nossos empregos e nossos amores. Tudo o que vem antes das nossas perdas é falso. Se fosse verdadeiro, não teria dado errado. Deveríamos dar um salto quando a vida nos coloca diante do nada. Marcaríamos um antes e um depois. Seríamos outros. Ficaríamos mais confiantes – uma vez que fomos capazes de fazer uma travessia. Experimentaríamos algo completamente inédito. Contudo, preferimos voltar e repetir tudo – já sabendo qual será o desfecho. Perdemos por ousar. Acovardamos um eu que somos e negamos. Poderíamos exercer nosso direito à liberdade, mas a achamos traumática demais para aceitá-la, razão porque retornamos sempre para o mesmo lugar. Há situações em que não é possível ter certeza. É o momento em que estamos diante de um corte radical no tecido da realidade. Não há justificativa ou explicação. Para sabermos, temos que mergulhar. Só nos resta o risco. Em certos momentos é preciso assumir responsabilidades. Precisamos acreditar que milagres existem.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Um comentário sobre “PERDER UM GRANDE AMOR PODE SER MUITO BOM …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s