O QUE VOCÊ QUER DE VERDADE, NINGUÉM PODE TE DAR.

Sempre amamos mais do que temos. Sempre buscamos mais do que possuímos. Somos faltosos. Nunca estamos satisfeitos. O outro nunca possui o que quero – porque ele também busca em mim o que não possui. Só damos o que não temos. Só buscamos o que não possuímos. Por isso, sofremos. Temos que lidar com o que nos falta. Todo amor implica um quantum de dor. O problema é quando não suportamos e saímos por aí – como loucos – tentando neutralizar a dor de qualquer maneira. Isto ocorre quando apaixonamos perdidamente. Seguramente, isso não acabará bem.  Não é possível se privar da dor de viver. Ela sempre retorna quando recalcada por qualquer coisa. Daí é que o amor vira obssessão. O indivíduo – agora enfurecido – precisa conter o desafeto a qualquer custo. Quanto estrago em nome da falta do amor? Negar a falta no outro camufla  o medo de enxergar a falta em si mesmo. Fomos educados para superar. Fomos iludidos pela visão da totalidade. Fizeram-nos vaidosos, pretensiosos e arrogantes. Queremos nos provar imortais. Há o vazio em tudo. Não se trata de eliminar a falta. A questão é como se arranjar com ela.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Um comentário sobre “O QUE VOCÊ QUER DE VERDADE, NINGUÉM PODE TE DAR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s