SOBRE A ESPERANÇA …

Sabemos do fim. Não controlamos tudo. Impossível prever os próximos cinco minutos. Pode não vir o que gostaríamos quando o telefone toca.

A vida está envolta dessa nebulosidade.

Para tanto, inventamos a esperança.

A tristeza vai passar. Amanhã vai ser outro dia. Dias melhores virão. Quem espera sempre alcança. A esperança é a nossa salvação. É o nosso sonho. Ela nos ajuda quanto ao que não suportamos.

Não existe conciliação entre o que desejamos e a vida real. Viver não tem solução. Não existe conciliação – por exemplo – com a velhice. Há perdas insuperáveis. Todos partiremos um dia. Não temos todas as respostas.

No entanto – pela esperança – vamos inventando algum sentido. Pela esperança vamos protelando o inevitável.

A esperança é uma espécie de arrogância boa. Todos os grandes pensadores esperaram. A esperança atesta a nossa ingenuidade – quando sabemos e evitamos admitir que sabemos.

Ser esperançoso é – no fundo – se assumir um ignorante feliz.

Algo me diz que meu inferno astral vai passar. Acredito em um mundo melhor. Creio na felicidade.

A esperança é a mais doce de todas as nossas ilusões!

Evaristo Magalhães – Psicanslista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s