COMO SAIR DAS SUAS CRISES?

Acontece que as vezes não conseguimos dizer tudo o que sentimos. Não nos é dado saber o que pode acontecer daqui a alguns minutos. Só existe exatidão na matemática. Podemos perder nossos amores, empregos, amigos e familiares. Na verdade, pouca coisa está sob nosso controle. Toda a nossa vida está envolta por instabilidades de toda ordem. Quem não sabe disso corre o risco de levar um susto enorme quando o adverso bater em sua porta. Infelizmente, a vida não poupa ninguém. Diante deste desamparo temos dois caminhos: fixamos nele ou nos arranjamos com ele. O vazio desafia nossa capacidade de criação. O que serei? Como serei? A resposta à estas questões são infinitas. O que serei não depende apenas de mim. O pão que comerei está na dependência da economia mundial. Fora as negociatas políticas a que estamos assistindo – estarrecidos – neste momento no Brasil. Tudo nos afeta. Não temos mais autonomia sobre as coisas mais simples do nosso cotidiano. Tudo pode desabar a qualquer segundo. Contudo, não podemos paralisar. Temos que retomar o nosso cotidiano e inventar sobre ele. Temos que fazer algo novo do que podemos. Do que não podemos, precisamos retomar nossa esperança na força da palavra. Precisamos elaborar e denunciar os furos do real – na expectativa de que nossa voz cruze com outras e promova algum movimento. Fora isto, passaremos nossos dias fazendo sintoma do nosso desamparo. As histéricas de Freud ficavam insânas quando não sabiam o que fazer com determinadas emoções. Nossas angústias foram globalizadas. Estamos tendo que desenvolver uma força descomunal para garantirmos o mínimo de estabilidade psicológica. Quantos não estão entregando os pontos? Quantos não estão se entupindo de antidepressivos? Qual é a melhor saída? Temos que nos reinventar. Primeiro pela palavra – entendimento. Depois pela ação – mudança. Não há outro caminho -senão começar por denunciar as atrocidades que estão acontecendo – neste momento – no mundo e no Brasil.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s