O que nos desespera?

O inconsciente para a Psicanálise não é a parte enigmática do nosso cérebro. Não é a sala escura da nossa mente. Não é uma gaveta onde guardamos nossas intimidades. O inconsciente é o acaso. É o que nos surpreende. É o que não temos controle. É o que pode acontecer. É o que não sabemos. Temos consciência de um tanto de coisas. Também temos consciência de que não sabemos um tanto de coisas. É este não saber que nos enlouquece. Ele está aquém de nossas forças. Ele pode nos tomar. Não conseguimos ver todos os lados de uma única vez. Não temos uma bola de cristal. É possível sobreviver envolto a tantos mistérios? Alguns se apegam – com fanatismo – à doutrinas de bases duvidosas. Outros passam a vida toda se lamentando de suas orfandades. Muitos surtam. Outros enlouquecem. Há outras saídas? Sim. Não estamos seguros. Não temos certeza absoluta. Temos que arriscar. Temos que nos arranjar com o desespero. Temos que emprestar consequência aos nossos atos. Temos que assumir os riscos. O que não podemos é paralisar. Também não podemos tentar neutralizar o adverso – repetindo sempre as mesmas fórmulas. Pode ser que dê certo. Pode ser que dê tudo errado. Se não der certo, temos que ver o que é possível de ser feito. O que não podemos é deixar de ir. O que não podemos é fazer da vida um conto de fadas. O inconsciente é implacável. Ele baterá em nossa porta. Ninguém se livra do acaso. Ninguém se livra do adverso. A porta fecha. O telefone desliga. As pessoas vão embora. O corpo envelhece. O fim é inevitável.  Vamos ousar? Vamos experimentar? Vamos arriscar ou vamos nos acovardar?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Um comentário sobre “O que nos desespera?

  1. Felipe disse:

    Os seus textos reforçam o pensamento, trazem clareza às emoções e dão apoio ao descobrimemto de uma sabedoria necessária pra lidar com a vida. Obrigado por dedicar parte do seu tempo a esta nobre causa, professor. Tenho certeza que muitas pessoas em momentos dificeis e transitórios recebem com jubilo e resiliencia as suas sábias palavras. Gratidão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s