Sobre o vazio …

Tudo está envolto por um vazio. Há o vazio de dentro. Há o vazio de fora. Há vazio entre. Podemos perder. A festa acaba. O parceiro se despede. Tudo tem alguma melancolia. Há um vazio constante.  Há um vazio impreenchível. Perturbador. Enlouquecedor. Nunca é o que estou pensando. Pensei que fosse! Não é. Ainda não me satisfaz! Devo continuar procurando? Devo esperar? Devo desistir? Devo paralisar?  Há os que não suportam o vazio. Há os que imobilizam. Há os que ficam esperando preencher. Há os que preenchem com as mesmas coisas. Há os que desistem. Há os repetitivos. Há os depressivos. Há os suicídas. O que fazer com o vazio? O que fazer com a incompletude? Fixar nele? Mergulhar nele? Fugir dele? Não. O melhor é atuar sobre ele. Gozar dele. Se arranjar com ele. Inventar. Criar. O vazio está na vida. O que faremos no próximo intervalo? O que farei quando terminar de escrever este Post? O mesmo do mesmo? Que uso estamos fazendo dos nossos buracos? Estamos repetitivos? Estamos no igual? Estamos nos entregando a ele? Estamos vazios?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s